terça-feira, 18 de maio de 2010

Chuva de Sonhos

Hoje a chuva invade meu recanto, lava minha face, e purifica minha alma.
Fico a imaginar rios que arrastam todo a tristeza do meu ser.
Essa água bendita que limpa e mata a sede, me traz o sossego.
Ass. Naiana Santos
Não sou poeta mas esse tempo me inspira a escrever, penso na vida, nos sonhos ainda não realizados e de como a juventude vai embora cedo.
O tempo é como areia ao vento, quando você menos espera ele levanta, e leva embora toda sua energia, rouba seus sonhos e vontade.
Me preocupo muito em trabalhar, estudar, adquirir bens e vou deixando os sonhos de lado, digo daqui mais um ano, vou começar meu projeto, daqui mais 2 anos vou fazer aquela viagem, daqui 3 anos vou ver meus amigos na Bahia, e o tempo vai correndo e arrastando para mais longe meus desejos mais profundos.
Os sonhos são os desejos da nossa alma, nossa essência transformada em atos que nos significam para o mundo, por isso não podemos deixar para depois algo tão importante da nossa existência,
porem como iniciar estes sonhos, se sempre estamos lutando pela sobrevivência numa sociedade de consumo e status, onde temos que ter e não ser. Se eu não trabalhar, não tenho dinheiro, se não tenho dinheiro não posso realizar os meus sonhos, e se trabalho e estudo para poder ganhar mais, também não tenho tempo para os sonhos. Então esse mecanismo da sociedade que vivemos é feito para deixarmos nossa essência de lado, viver para trabalhar e fingir ter uma vida feliz.
Como escapar deste ciclo vicioso é a grande questão, como posso continuar nesta sociedade sem precisar romper com os meus sonhos, sem deixa-los para depois, será que é preciso sonhar menos?
A minha saída para este questionamento é provisória, escolhi o sonho mais possível no momento com a minha realidade financeira, para começar a realizar, porém não sei quanto tempo conseguirei me dividir em duas, manter a razão de sociedade e fugir aos poucos para dentro do meu ser.
Este dia de chuva serviu para acordar à mim mesmo, e decidir começar logo o meu projeto tão sonhado que desde de 2009 não sai do meu coração, e minha cabeça busca constantemente os motivos para não desistir dele.
Penso como pode pessoas viverem sem sonhos, neste dia triste e chuvoso o que me acalenta a alma e me faz olhar para frente, são os meus sonhos! minhas metas, meus objetivos, meus desejos, minha busca de realização pessoal.
"Projeto 2012 motivos para acreditar na Humanidade" até o dia do meu aniversário eu vou começar, vai ser o presente que vou dar a mim mesmo.

Nenhum comentário: